domingo, 28 de outubro de 2007

Pra começar...



Bom está história de fazer blog é bem interessante.

Livrando-me do Orkut, como disse, tinha que encontrar algo melhor pra fazer, e falar da minha vida é melhor do que bisbilhotar a vida alheia.

A verdade é que eu sou uma grandessíssima aparecida – ou aparecidinha já que Aparecida é minha mãe. Gosto mesmo de me mostrar às pessoas, de ser transparente, verdadeira - mas não gosto de invasão.

Isto tem lá seu alto preço, mas isso eu sei que posso bancar, e já tive que fazê-lo diversas vezes. Sempre banco com aquilo que faço: digo “Ah, isso eu fiz mesmo” empino o nariz e saio rebolando me equilibrando sobre um metro de perna fina e assim até consigo fazer as pessoas acreditarem que sou assim TÃO poderosa. Mas é tudo mentira eu sou gente normal: tenho fome, frio, calor, desejo, vontade, fico triste, feliz, decepcionada, com dor de barriga – pula a parte da dor kkkk – ah e é claro também me apaixono.

As pessoas pouco sabem sobre mim, e me cansei de ser julgada pela aparência, pela superfície... As pessoas só olham a superfície.

Bom deu pra perceber que estou um tanto revoltada, mas não acho ruim não, me dou este direito, e também de mandar todo mundo as favas, e de ignorar seus problemas, e de ser egoísta – pois tenho ego kkkk!

O melhor é a certeza que amanhã tudo isso já pessoa. Eu sou mesmo tempestiva, como toda filha de Iansã. E amanhã estarei radiante novamente caminhando com toda a classe sobre minhas pernas finas, pois já diria a Vivian que “Gente fina, tem perna fina”

2 comentários:

Daniele Fátima disse...

A pergunta que não quer calar: e o Deisegrita? Aaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh! Amiga, continue escrevendo porque você faz isso muito bem. Beijos!

Deisezinha disse...

Danizinha eu resolvi mudar.
Gostava do nome Deise Grita mas lá tinha muita coisa triste.
Mas pensarei em algo melhor.